Como Tirar Musica de Ouvido

Quando eu era mais novo, queria porque queria tirar uma música que gostava muito.

Meu professor me deu dicas e falou pra eu ir tentando. Tentei, com muita calma, tirar cada acorde da música. Depois de umas semanas levei a cifra da música pra ele corrigir. Acreditem, acertei UM acorde!

Foi frustrante. Mas não desisti, fui insistindo . . . insistindo . . . estudando cada vez mais e depois de um tempo, CONSEGUI!!!

A maioria dos estudantes de música, e porque não dizer todos, querem aprender a tirar música de ouvido.

Você teve ou tem essa vontade? Sabe o que é?

Então, tirar uma música de ouvido é ouvir o que está sendo tocado e reproduzir igual, ou quase igual ao original.

Ai você se pergunta? ” Como vou fazer isso? “

Essa é uma pergunta difícil de responder, mas quero que você saiba que não é impossível como dizem por aí. O que você precisa é de muita dedicação e esforço para conseguir. E nunca, nunca desista, é um processo lento que depende de vários fatores.

Não existe um método ou fórmulas que ensinem isso de forma precisa. Cada um aprende de um jeito e a seu tempo. Por isso, o que vou mostrar pra você aqui, são 10 dicas que vão te ajudar a desenvolver essa habilidade.

Por isso leia cada item com calma, até o final. Vai valer a pena!

Vamos lá então . . .

1 – Relaxe, divirta-se!

Parece loucura não é? Mas é isso mesmo! Você não tem que ficar preocupado agora em tirar uma música de ouvido. Preocupe-se em estudar seu instrumento, praticar bastante e desenvolver sua técnica.

Não estou dizendo aqui que você NÃO pode tentar tirar músicas, e sim que isso não deve ser um fardo, uma preocupação.

Divirta-se tocando, isso é muito importante! Na hora certa você vai conseguir.

2 – Teoria e harmonia é muito importante

estude teoria musical. Tudo que você estuda e aprende ao longo dos anos vai somar pra que você consiga ouvir e saber o que está sendo tocado.

Por exemplo, se você sabe que a música que está tirando é no tom de DÓ MAIOR, por isso não contém sustenidos ou bémois, e os acordes contidos nesse tom são: C Dm Em F G Am Bm(b5), não vai ficar procurando 1000 acordes até encontrar um que encaixe, certo?

Então estude bem os intervalos, escalas, formação de acordes, divisão rítimica, etc.

3 – Pratique e ouça o que está tocando.

Você deve estar achando que fiquei maluco não é?

Acredite, não estou!

Nesses anos todos dando aulas de música, percebi que muitos estudantes não prestam atenção nenhuma no que estão tocando.

Não ouvem e nem sentem o som. Aí o tempo passa e o cara não ” ensinou” seu ouvido a perceber os sons.

Então, uma dica, desligue a TV, saia do whatsapp, facebook ou qualquer outra rede social, e toque prestando muita atenção ao som que você está produzindo.

4- Livre-se de cadernos ou papéis

É fato que todos nós começamos a estudar sempre dependendo da partitura ou cifra. E você deve usá-las.

Mas quero recomendar que você vá largando os papéis aos poucos. Como?

Comece decorando 4 acordes, tire a cifra e veja se consegue tocar. Depois decore mais 4 e assim por diante.

Essa foi a maneira que eu consegui. Não existe uma regra o importante é você conseguir decorar as músicas.

5 – Ouça bastante a música que deseja tirar

Não pense que porque você ouviu a música uma vez na rádio, no carro, na rua ou em qualquer outro lugar, vai conseguir tirá-la com facilidade.

É muito importante que sentar-se, colocar o cd ou mp3 pra tocar, e ouvir várias vezes a música até entender tudo dela. Se precisar, ouça mais de um dia. Isso vai fazer com que você grave TUDO que ela tem: Introdução, estrofes, refrão, rítimo, estilo, etc.

6 – Cante e reproduza no instrumento

Faço muito isso nos solos. Canto as frases e depois tento reproduzir no instrumento musical.

Se for na guitarra ou violão, deixe os efeitos ( bends, vibratos, slides ) de lado por enquanto. Tire só a melodia do solo. Cante uma vez, se for preciso duas ou três, e depois tente tocar o que cantou. Sempre funciona bem.

7 – Faça testes

Aqui um ponto muito importante!

Depois que encontrar o acorde ou frase do solo que está procurando, coloque o cd ou mp3 pra tocar e toque junto. Isso servirá pra que você confira se o que tirou está igual ao original.

8 – Conheça bem todos os estilos musicais

Mesmo que você tenha preferência a um estilo musical é importante conhecer o máximo de estilos que puder.

Cada um tem suas particularidades: progressões de acordes características, escalas, rítimos, etc.

Se você tiver bastante conhecimento de todos, vai ser mais fácil saber o caminho que tem que seguir pra tirar de ouvido.

9 – Peça ajuda a seu professor

A última dica e na minha visão a mais importante.

Quando tiver tirado a música toda leve para o seu professor, ou algum músico que tenha experiência corrigir. Senão, como você vai saber onde errou?

10 – Treine seu ouvido para reconhecer os intervalos musicais, tríades e escalas.

Lembro que quando tinha acabado de decorar os intervalos musicais, tríades e escalas achei que já estava pronto pra reconhecê-los em qualquer música, e que isso me faria tirar as músicas de ouvido rapidinho.

Estava enganado. Não bastava só decorar, tinha que treinar meu ouvido para reconhecer cada um dos intervalos, tríades e escalas.

Como meu professor fazia? Ele me fez decorar uma música pra cada intervalo. E assim, ele tocava no piano e eu tinha que dizer qual era o intervalo.

Faça isso também e obterá um ótimo resultado. É um excelente treino para o ouvido!

Preparei um vídeo para você

Como Tirar Musica de Ouvido – Clique e assista!

Conclusão
Tirar músicas de ouvido não é algo tão fácil no início, mas com muito treino e dedicação você conseguirá chegar lá!

Procure estudar o máximo que puder sobre intervalos, harmonia, formação de acordes, escalas, arpejos e teoria musical.